quarta-feira, 21 de março de 2018



Transformação de imagens em bordados no Wilcom: Qual a verdade?


Hoje vamos falar sobre imagens. Algumas pessoas chegam pra mim e perguntam: “Tem como eu pegar uma imagem da internet ou outra qualquer, jogar no wilcom e transformar em bordado automaticamente?” E a minha resposta é sempre a mesma: “Tem, dependendo da imagem.” Eu vou explicar. O wilcom já há algumas versões vem trazendo cada vez mais ferramentas que possibilitam ao usuário a automática conversão de imagem pra bordado e tem tentado aperfeiçoá-las. No wilcom E2 existem duas ferramentas que trabalham nesse sentido, no entanto, elas ainda não são perfeitas. Uma delas, a ferramenta PHOTOFLASH consegue esse resultado:



 


Ela captura a imagem, gera pontos nas partes escuras e deixa as claras vazadas, criando um quadro onde a alternância entre claro e escuro determina onde tem pontos e onde não tem. Dependendo da imagem fica até bonito, como esses:


Mas vocês não poderão editar muito uma matriz feita com esse método; ela fica agrupada como um objeto só sem possibilidade de desagrupar. Vocês só poderão mexer nela como um todo, nunca em parte.

A outra ferramenta presente no wilcom, REDUZIR CORES permite esse resultado:


Porém para chegar nesse nível de qualidade é preciso conhecer o processo padrão de configuração de matrizes no wilcom, ou seja, você precisa conhecer as outras ferramentas do programa com as quais se faz matrizes de bordado para fazer todos os ajustes necessários, pois a ferramenta REDUZIR CORES por si só deixa a matriz assim:

Qualidade bem abaixo não é? A ferramenta apenas converte pra ponto, não faz nenhuma configuração. É preciso que você faça todos os ajustes no tipo de ponto, cores, sequenciamento, contornos, etc. E uma coisa que vale pras duas ferramentas é que a imagem a ser transformada deve ser nítida, de preferência sem fundo ou com cor de fundo bem contrastante, para que o programa possa reconhecer bem as cores e fazer a separação delas adequadamente. Se o fundo tiver textura ou cor próxima da figura o programa vai reconhecer ambos como sendo uma coisa só e vai transformar os dois em um só objeto , o que pode não ser útil, se por exemplo você quiser tirar o fundo e usar só a figura, como no  caso desse carrinho.


Resumindo, vocês tem duas ferramentas de transformação de imagem em bordado no wilcom mas o conhecimento completo das ferramentas convencionais de configuração continua sendo obrigatório para um bom resultado. Então vocês podem usar essas ferramentas com um recurso a mais desde que conheçam as demais ferramentas para fazer a configuração necessária na sua matriz. 


Se quiserem aprender como trabalhar com o wilcom fazendo essas e as demais configurações que lhes permitirão excelentes resultados na criação de bordados adquiram nosso curso SEGREDOS DO EMBROIDERY E2, ele ensina como criar todo tipo de matrizes de bordado no wilcom E2 com qualidade e em pouco tempo.


Por hoje é só pessoal, em breve votaremos com mais conteúdo pra vocês!


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário